terça-feira, 8 de julho de 2014

ALIMENTO x SAÚDE

Há poucos meses me interessei pelo tema alimentação. Delicado como deve ser, o assunto nos envolve e não raro nos confunde devido à variedade de fontes de informação disponíveis, ao excesso de publicidade ofertando alimentos não saudáveis (mas saborosos) e à pouca orientação formal sobre como nos alimentar. Ainda assim dedicamos pouca atenção e nos guiamos pela necessidade de comer (fome) ou pelo prazer.
O que ingerimos tem relação direta com quem somos. Hipócrates, filósofo grego e considerado pai da medicina, disse há 2.500 anos: "Que seu remédio seja seu alimento e que seu alimento seja seu remédio".
Por outro lado existe a medicina Ayurvédica. Ayurveda é o nome dado ao conhecimento médico desenvolvido na Índia há cerca de 7 mil anos que significa, em sânscritoCiência (veda) da vida (ayur). Afirma que tudo no universo é formado pelos 5 elementos básicos da natureza, inclusive o corpo físico, são eles: espaço, ar, fogo, água e terra. O objetivo desta ciência é estudar as influências destes elementos na natureza e no ser humano, dentro desta filosofia o Homem é um microcosmo do universo, o macrocosmo. 
Dentre outros princípios, como ciência integral, ela considera que a doença inicia-se muito antes de chegar à fase em que ela finalmente pode ser percebida. Assim, pequenos desequilíbrios tendem a aumentar com o passar do tempo, se não forem corrigidos, originando a enfermidade muito antes de podermos percebê-la”. Para saber mais pesquise o site da Associação Brasileira de Ayurveda.
Dia a dia nas trocas com amigos e família concluo que, por um lado muitos se alimentam mal pela simples falta de conhecimento e por outro, muitos gastam tubos de dinheiro para ter prazer ingerindo alimentos que nem sempre significarão saúde para seu corpo, mente e humor. 
Com diferentes referências este post veio para te inspirar a começar já a se preocupar com seu bem-estar, despertar sua consciência. 

Para relembrar, comecemos pelos 4 grupos da Pirâmide Alimentar
Energéticos - função fornecer energia ao nosso corpo.
Reguladores - conhecidos pelo alto teor de vitaminas, minerais e compostos bioativos que são excelentes auxiliares na prevenção e no tratamento de várias doenças.
Construtores - ricos em proteínas que desempenham a função construtora em nosso organismo, ajudam na formação das unhas, cabelos, regeneração e formação da pele, formação de hormônios, músculos.
Energéticos Extras - ocupar o topo da pirâmide significa que devem ser ingeridos em pouca quantidade e não excluída da dieta, pois as gorduras da alimentação participam da formação de células e produção hormonal.

SUA MUDANÇA COMEÇA EM CASA.
O segredo está naquilo que compra e leva para casa. Já é difícil controlar a alimentação fora de casa, nem sempre temos tempo e acesso a alimentos saudáveis e o excesso de estresse da vida moderna nos leva a desejar os alimentos errados e consumi-los com muita frequência. Por isso, discipline-se em casa. Será um ótimo começo.
A compra semanal



A primeira dica simples que vale ouro: Troque os alimentos refinados pelos integrais. Parte dos nutrientes se perde durante o processo de refinamento. Destaque para o açúcar refinado. Artigo Revista Veja.
Você terá benefícios na saúde e com o tempo no bolso. Verá que o alimento integral fornecerá mais nutriente e seu corpo se adaptará ao consumo reduzido. G1, Bem Estar. 

DÊ ESPECIAL ATENÇÃO A ESSES ALIMENTOS:
a) Levedo de cerveja — Encerra 17 diferentes vitaminas, inclusive toda a família B. Praticamente não tem gordura, açúcar e amido. Tem 46% de proteínas. Puro, é um pó de cor creme, amargo e quase intragável. Misturando-o em pratos que levem mel de abelhas, disfarça-se o gosto. Pode-se misturar com leite, recorrendo ao liqüidificador. Deve-se começar com pequena dose — uma colherinha de chá. Vende-se em comprimidos.
b) Leite — que tem uma grande quota de cálcio, do qual se aproveitam 86%, tendo ainda ferro, fósforo, as melhores proteínas e mais vitaminas A, BI, B2 e outras.
c) Iogurt — uma coalhada especial. É rico em B2, fósforo, carboidratos, cálcio e proteínas. No intestino, com seus fermentos, combate a flora patogênica, gerando ali mesmo consideráveis doses de vitamina B, que é assimilada pelas vilosidades intestinais.
d) Germe de trigo — Germe quer dizer embrião. É a parte essencial do grão, onde se encontram as melhores proteínas. O germe de trigo é rico em vitamina E e todas da família B. Pode ser usado em pães, bolos... Substitui com vantagem a farinha de mesa.
e) Melado e açúcar mascavo — São os substitutos inteligentes para o desprezível açúcar empobrecido pelo "beneficiamento" (?!) e embranquecido por aditivos químicos alguns cancerígenos.
f) Mel de abelha — Não é um açúcar, como o melado, mas, glicose, isto é, açúcar natural, assimilável facilmente. É o único açúcar natural, isto é, fabricado pela natureza e não pel homem. Rico em cálcio, ferro, fósforo, vitaminas A, BI e C. Excelente para o cérebro. Contém grande dose de hormônios das flores de que é feito. Comece a usá-lo com cautela. De início, apenas uma colherinha de chá diariamente. Vá, depois, aumentando.
g) Soja — Das vitaminas, só não tem a D, que é exclusiva do reino animal. Todas as outras, porém, nos oferece. É o único tipo de feijão que tem todos os aminoácidos indispensáveis à nutrição humana, merecendo por isto o nome de "carne vegetal".
h) Arroz integral — É o alimento mais doador de vida e saúde. Não é apenas um alimento. É remédio capaz de salvar vidas. Tão completo é, que os macrobióticos fazem dele 60% de seu regime. É o arroz bruto, do qual somente foi tirada a dura casca de celulose. Conserva, pois a pardacenta cutícula, onde estão todas suas virtudes. O arroz "beneficiado" (?!), bonitinho, polidinho, é execrável mistificação. Já não é alimento. Sua riqueza vitamínica foi despojada pelo "beneficiamento" (?!). Suas vitaminas depois podem ser compradas como produtos farmacêuticos. Arroz integral, no interior chamado "arroz da terra", "arroz de pilão", não obstante seu aspecto menos aristocrático, deve fazer parte de sua alimentação.
i) Alho — É a planta mais rica de iodo. A Bíblia já falava dele. Eqüivale ao óleo de fígado de bacalhau, por sua riqueza em hormônios e vitaminas. Preventivo das infecções, limpa os intestinos e fortalece os ossos; "deve conter preventivos contra a formação de cânceres, pois estes são extraordinariamente raros nos povos comedores de alho" (F. Kahn)."Médicos alopatas, naturopatas e fitoterapeutas o têm preconizado em todo o mundo como estimulante, carminativo, antisséptico, diurético, vermífugo, diaforético, expectorante, hipotensor, antiescorbútico, afrodisíaco, antiasmático, em' doenças pulmonares (tuberculoses, bronquiectasias, grangrena do pulmão, coqueluche), difteria, e em aplicação externa como rubefaciente, vesicante e antirreumático. .. Na índia, o alho é, também considerado estimulante do sistema nervoso. . ." (João Shenton; "Vida e Saúde", Ano XXIX — nº 4).
A fonte é o livro Yoga para Nervosos, José Hermógenes, escritor premiado pela contribuição para o bem-estar dos brasileiros através de suas publicações.  

ORGANIZAÇÃO DA DESPENSA
Organize os alimentos por grupos e os mantenha em potes de vidros, com etiquetas. Quanto mais à vista eles estiverem, menor a possibilidade de comprar itens duplicados, deixá-los vencerem e mais facilmente você conseguirá elaborar receitas. Faça uma compra inicial com a maior variedade possível para que tenha diversidade de nutrientes.
Não é necessário investir em potes caros, reutilize àqueles que você adquiriu em supermercados como azeitonas e molho tomate.
Exemplo de grupos: cereais, leguminosas, açúcares, oleaginosas (castanhas, sementes), óleos, temperos e enlatados.
Agrupados e identificados
No topo embalagens ainda lacradas
Enlatados
Cereais, leguminosas e temperos
Açúcares, Oleaginosas e itens café da manhã

 ORGANIZAÇÃO DA GELADEIRA
Assim como a despensa, a organização da geladeira deve ser por grupo (bebidas, frutas e vegetais, laticínios, carne e peixe, temperos e conservas, congelados, etc.) o que facilita a leitura visual do estoque de alimentos e sua decorrente utilização.
É bom lembrar que comida guardada por muitos dias não é tão nutritiva quanto à preparada recentemente, evite assim preparar grandes quantidades. Vegetais como gengibre e pimenta dedo de moça perto de seu vencimento podem ser guardados no congelador/freezer e posteriormente serem usados congelados, ralados. Fonte Livro Economize com Jamie, 2014. 
Um mesmo alimento pode ser dividido para aproveitamento em diferentes refeições, desde que corretamente armazenado.


Organizada por grupos de alimentos.
Na porta local para ovos, compartimento para fermentos e bicarbonatos,
compartimento para molhos - conversas, compartimento de bebidas.
No interior gaveta de legumes, compartimento para laticínios,
gaveta para carnes e embutidos, compartimento para comidas prontas.
Organização da gaveta de legumes: sem sacos
plásticos você visualiza o que possui.
O segredo é realizar uma compra mensal,
não deixando-os por muito tempo,
evitando que se percam. 


Observe que o Brasil desperdiça 39 mil toneladas de alimento por dia, o que alimentaria 19 milhões de brasileiros, segundo a organização comunitária Biosustentável. Assista ao vídeo clicando no link.

E para finalizar listei 4 RECEITAS FANTÁSTICAS. Prepare no final de semana e durante toda a semana você terá café da manhã e lanche para a família.

Biscoito de linhaça, coco e ameixa
50g de manteiga
3 colheres (sopa) de melado
1 ovo
1 colher (sopa) suco de laranja
80g de flocos de aveia
80g de farinha de linhaça
50g de farinha de trigo
50g de farinha de trigo integral
½ colher (chá) de sal
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
120g ameixas secas em cubinhos
Raspas de 1 laranja
1 xícara de coco fresco ralado

Misture manteiga, melado e o ovo. Adicione o suco da laranja, aveia e linhaça, mexendo até que formem uma pasta homogênea. Acrescente farinhas, sal e bicarbonato e mexa delicadamente. Ao final adicione as ameixas, raspas de laranja e coco ralado, formando a massa de seu biscoito. Forme discos de 3cm e acomode-os em uma forma untada, assando a 170º por 15 minutos ou quando estiverem corados.
Fonte: Adaptado de Comidinhas Vegetarianas, Rita Tamborelli


Sobremesa de manga
 2 copos de iogurte desnatado (400 g)
 1 manga palmer descascada e cortada em cubos (300 g)
 2 col. (chá) de suco de limão
 1 col. (sopa) de açúcar mascavo
 1 col. (café) de gengibre ralado

Bater no liquidificador e deixar no freezer por 30 minutos.


Caponata
2 beringelas grandes cortadas em pedaços grandes
5 tomates picados grosseiramente
1 cebola roxa picada finamente
2 dentes alho fatiados finamente
1 maço salsa
2 colheres (sopa) alcaparras em conserva, no molho por 1h
1 punhado azeitonas verdes
3 colheres (sopa) vinagre maça ou ervas


Aqueça uma panela com azeite e leve a berinjela, mexendo-a até que murche e doure. Adicione a cebola, o alho e os talos da salsa. Acrescente as alcaparras, as azeitonas e o azeite. Após o vinagre evaporar, adicione tomates e cozinhe até que fiquem tenros. Prove, ajuste o tempero com sal – pimenta – vinagre e acrescente um fio de azeite e a sala picada.
Fonte: Jamie Oliver


Homus
400 g de grão-de-bico cozido
4 colheres (sopa) de suco de limão siciliano
2 colheres (sopa) de tahine
2 dentes de alho, amassados
1 colher (chá) de sal
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
2 colheres (sopa) de azeite

Em um liquidificador, coloque o grão-de-bico com a água reservada, acrescente o suco de limão, o tahine, o alho picado e o sal. Bata os ingredientes até que fiquem cremosos e bem misturados. Transfira a pasta para a tigela onde será servida e regue com azeite e salpique pimenta.


Consulte um Nutricionista se desejar, mas assuma o comando da sua vida entendendo que seu corpo é o instrumento. Você verá que esse é apenas o começo de uma vida plena, feliz e consciente. 

Beijo
Jana

Este post é dedicado à minha irmã Claudinha. Quem quiser outras dicas, sinta-se à vontade para deixar comentários no blog.




Nenhum comentário:

Postar um comentário